#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Diário de uma Recenseadora


Ontem fui assistir o show de minha amiga Alessandra no Fellini, éra a comemoração de seu niver e despedida já que ela vai ter que ir para a Argentina trabalhar, menos mal que tem familia para dar uma força lá né, porque los hermanos também estão em situação bem complicada. Mas boa viagem amiga, tudo de bom e volta logo pra gente arrasar no verão. Pepe, você tava lindo de apresentador. Gente, hoje fui no IBGE para escolher meu setor, é assim , você faz a prova, quem tem a pontuação mais alta escolhe o setor. Eu infelizmente só fiz 82, o nivel tava alto gente, fiquei meio tristinha, esperava fazer uns 95, gente juro que pendei que tinha acertado tudo , mas os neurônios ainda não acordaram direito de sua longa hibernação ahahahah. Infelizmente cheguei meio tarde, minha amiga me ligou às 09:30 da manhã dizendo que não tinha mais um setor em Arraial, caraca, acho que o pessoal dormiu na porta, será possível???? Quando cheguei às 11:00hs o povo ainda se engalfinhava na frente dos mapas, a visão do inferno, fiquei na minha antes que fosse dilacerada por um bando de animais famintos(um pouquinho de exagero tá galera). Bom sobrou para mim ficar em Porto, tudo bem mas me deram um setor até que legalzinho no centro. Fui fazer outras coisas e esqueci o guarda chuva, aliás ferramenta prioritária neste pedaço , gente não para mais de chover nessa terra, carácoles. Mas já falei pro Horácio que tem que ter festa na praia por questão de honra, o Sting já falou que comprou um monte de capa de chuva e mandou fazer um puxadinho pra banda, tem que rolar senão o pessoal revolta rsrsrsr. Voltando de minha peregrinação para pegar meu guarda chuva esquecido no IBGE, adivinha, me deram o truque e trocaram meu setor, QUE COISA FEIA GENTE, a menina com a cara mais lavada dando aquelas desculpinhas de supervisor do IBGE recém contratado sabe..... anfam, acho que é um daqueles setores roubada geral, mas tudo bem, o que é do home os bicho num come, e salve lampião, se fosse ele passava todo mundo na peixeira. Ai escrevi demais né gente, mas é uma maneira de destilar aquela raivinha básica.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Diário de uma Recenseadora


Obahhhhhhh!!!! Hoje deixei todos os documentos, agora é pra valer - gente as vezes me acho tão babaca, parece meu primeiro emprego - na sexta partimos para a escolha dos setores. Aqui entre nós, ainda posso escolher setor, pra mim tanto faz, estou disponível, desempregada e sem filhos, quero mais é me jogar nesse mundão de praia, mato, bairro e aldeia. Hoje é aniversário de meu amigo Horace, por falar nisso - Ô Sól, não fica enciumada não viu. Pra quem não sabe a Sol é minha amiga de longas datas, mora em Rio Claro (SP), da época em que era locutora da FM 97 de Santo André a rádio rock, só porradão, éramos Punks da periferia mas sempre fomos meio patricinhas, colera de cachorro no pescoço e vestido rosa de chifon ahahahahah... Ela ficou com ciúme do Claudinho porque vivo falando dele, éssa menina é ciumentaaaa. Liga não amada, se sabe que mora no meu coração pra sempre.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Diário de uma Recenseadora


Ahhhhh!!!!! Todo mundo quer fofoquinhas né, deixa pra lá, e também vocês sabem que o povo pesquisa blog quando vai contratar né, já pensou eu já ia começar mal. Mas não era nada importante. Por enquanto nada de novo, um amigo me ligou e dise que estava às 09:00 hs no Banco tentando retirar o dinheiro da ajuda de custo que recebemos pela frequência do curso, mas não tinha um tustãozinho, ô sina, pobre além de receber ajuda de custo depois, ainda fica com cara de tacho no caixa do banco, claro depois de dar lugar a mais ou menos uns 5 velhinhos rsrsrsrsrs. Vamos no embalo. Prá vocês uma bela imagem de nosso objetivo censitário.

domingo, 25 de julho de 2010

Diário de uma Recenseadora


Obaaaaaaaa!!!!!! Acho que passou todo mundo, fiz 82 pontos, poquinho viu gente, teve nego que fez 98, mas levando-se em consideração estarmos fora da sala de aula a muiiiiito tempo, e a cabecinha já não dar mais no couro, tô na média. Agora documentação, só faltam pedir xerox do DNA pra ver se a gente é desse mundo, tem cada coisa, imagina a galera daqui, na média 45 anos ter que levar histórico escolar do segundo grau, gente, ainda bem que eu tinha guardado, seis acreditam, sempre olhava para aquela papelada velha e pensava comigo mesma, vou guardar, sexto sentido?? Mas mãos a obra, nosso posto de coleta vai ser uma fauna digna de Nélsom Rodrigues, depois entro em detalhes, primeiro preciso ver se posso contar estas particularidades ahahahahahah!!!Posso Claudinho????Beijos aos amigos queridos que sempre estão presentes.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Diário de uma recenseadora

Hoje terminamos o treinamento, fizemos vaquinha pro bolo, minha turma éra da pesada, acho que só sai fera, o pessoal perguntava, argumentava e respondia tudo ao mesmo tempo, nossos coordenadores tiveram trabalho viu, uns doces de pessoa, Nanai e Rui! Mas no final deu tudo certo. Amanhã é a prova e na hora já temos o resultado pois a prova é feita no PDA, e pelo que ficamos sabendo acho que todo mundo passa. Tivemos algumas desistências,só na minha classe foram 4, já pensou ter que treinar todo esse pessoal de novo. A principio estamos prontos para sair a campo, juro que nunca mais esqueço a tal da data de referência, nunca ouvi tanto uma coisa, no final já estávamos fazendo piada. Estou super feliz que já tem uma galera que está acompanhando a saga da recenseadora no blog. Espero poder contar muitas histórias legais, outras nem tanto, mas com certeza todas genuinas. Depois vou colocar uma foto com a recenseadora toda paramentada, até bonezinho tem o modelito, ui.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Diário do Censo

Já estamos finalizando o treinamento presencial. Gente é impressionante como nos tornamos crianças somente pelo fato de estarmos em uma sala de aula. Começo a olhar as pessoas e imaginá-las e vejo que a idade realmente não interfere naquela essência primária de cada um de nós. É muito divertido reviver estas situações. Mas vou te dizer, como o povo fala!!! A diversidade é incrível, pessoas de todas as idades, realmente uma representação da raça. Acordo todos os dias às 5:30hs, faço um pequeno alongamento, minha prática de meditação, tomo meu café e vou para o ponto esperar meu amigo Claudinho. Daí já começamos a viver o censo, quando entramos na balsa, a maior galera, dizemos que se a balsa afundasse acabava o censo em Arraial. Bom acabei de tomar meu café e estou de saída, depois conto mais. Agora estamos aprendendo a mexer com o PDA, nosso computador de mão.

terça-feira, 20 de julho de 2010

O Diário de Uma Recenseadora!!


Já me sinto uma recenseadora, se tudo der certo apartir do dia 01 de Agosto começo a trabalhar no senso. Fiz o concurso meio empurrada pelos meus amigos, não achava que poderia gostar da empreitada, a princípio fiz a prova mais por ver a possibilidade de passar a segunda baixa do ano mais tranquila, quem mora no Arraial sabe bem do que estou falando. Como eu, fui descobrindo diversas pessoas na mesma condição, aos poucos começamos a nos empolgar com a possibilidade de estarmos juntos fazendo um trabalho em equipe, compartilhando. Nos divertíamos com as possíveis situações que encontraríamos pela frente e sem perceber, eu já me sentia uma recenseadora nata. Eu nasci para fazer aquilo!!! Exageros a parte, aguardei com ansiedade o resultado. Todos nos falávamos, estávamos aflitos pelo resultado, e foi se criando uma cadeia de relacionamento. Resultado e... PASSEI!!! Que legal você passou Também? Poxa parecia que tínhamos passado em uma prova da Petrobrás, estávamos orgulhosos e cheios de garra, afinal toda uma baixa empregados éra muiiiiito legal. Agora já estamos na metade do treinamento. Me lembro do Vídeo de apresentação sobre o senso. Num dado momento começaram a aparecer aquelas pessoas que a gente sabe que existem mas que dificilmente temos contato, o cara lá do interior do sertão que tem sua roça, cria suas galinhas - Moço aqui nóis num passa fome não, o poquinho que a gente ganha dá muito bem e óia que agora tenho minha casinha, vendi tudo pra comprá, só sobrou o peru, mas a alegria é grande por demais. Então uma colega ao lado fala gente esse é o Brasileiro Típico. Me emocionei, as pessoas boas e simples me emocionam dentro de sua imensa grandeza e simplicidade. Sei que vamos encontrá-los em todos os cantos. A beira de Rios, nas favelas, nas periferias, nas cidades, nas selvas, nas aldeias. Gente maravilhosa, gente brasileira, essa mistura incomparável de raças que nos faz como somos, um apanhado de gente boa, sangue bom, tenho certeza que são maioria. Vamos lá galera, é muito trabalho pela frente mas é tão bom poder se sentir cidadão em algum momento realizando algo por nós mesmos. Espero poder contar muitas histórias . A caminho do senso me sinto Brasileira demais.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Nós temos a força!!


A culpa é um de nossos maiores algozes. Pelo fato de nos sentirmos culpados nos deixamos influenciar por situações alheias a nossa vontade. Nos deixamos prender neste emaranhado de sentimentos complexos e interligados que nos fazem sentir culpa. Culpa de termos mais quando muitos não tem nada, culpa de termos deixado de amar quando ainda somos amados, culpa de sentir vontade de que o outro não exista , seja incinerado ou morto para que a humanidade se veja livre de um aspecto nefasto . Porém a maior culpa que podemos carregar é aquela de não ter condições de fazer nada frente a alguma situação. Numa situação de agressividade, roubo ou agressão, sentimos ódio, repulsa e desejamos que o outro seja preso e mesmo morto para que possamos la no íntimo nos refestelar com a sua desgraça. Encobriremos nossa culpa por sermos hipócritas, inconsequentes e covardes? Tomar atitudes verdadeiras e corajosas é uma característica dos heróis, nós pobres mortais podemos somente compartilhar a culpa de sermos omissos e covardes com relação a todos estes problemas que insistem em nos incomodar. Felizmente hoje em dia temos a possibilidade de fazer valer nossos pensamentos e idéias através deste meio maravilhoso que temos nas mãos, podemos entrar em contato com nosso circulo de amizades e iniciar movimentos, enquetes, discussões, no meu caso é uma maneira de sanar um pouco esta culpa que carrego por ter uma condição mais justa de vida. Minha culpa reside no fato de as vezes me sentir impotente frente a tudo de ruim que rola aí por fora. Mas nunca deixemos de ter a esperança de que tudo pode melhorar, é o que podemos esperar, utopias a parte o grande segredo da sobrevivência é a esperança, por mais improvável que ela lhe pareça ela é o remédio para sua angustia. Lembrando sempre que ninguém é responsável pelas desventuras do outro, somos nossos próprios algozes, mas também somos poderosos em nossos pensamentos positivos, em nossas atitudes generosas, em nossas atitudes conciliadoras, afinal o poder reside em nós, onde mais ele poderia estar. Não sinta culpa, contrariando o pequeno príncipe, não somos responsáveis por ninguém, mas temos uma responsabilidade enorme sobre nossas ações e pensamentos, eles são a nossa arma mais letal e mais positivamente poderosa que pode existir. Sinta culpa de ser negativo, sinta culpa de ser egoísta, incompreensível, perverso, fraco e covarde e não por ser humano e possuir fraquezas inerentes a todo ser humano e aceite suas limitações neste momento, batalhe por liberar seu herói interior, sou mais He Man, eu e você temos a força.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Degeneração no esporte, que pena


Quem vem acompanhando os fatos relativos ao goleiro do Flamengo deve se perguntar, será que até o esporte deixou de ser uma referência positiva para as crianças e os jovens? Muitos meninos tem o sonho de se tornar jogadores de futebol, sua principal meta, ganhar muito dinheiro, ser famoso etc. Nossos exemplos cada vez mais se distanciam daquilo que deveria ser um comportamento positivo frente a sociedade. Consumo de drogas, alcoolismo e agora assassinatos permeiam a vida dos atletas de nossa geração. É triste ver uma instituição tão valorizada se tornando antro de politicagens, negociatas e agora crimes. Já há muito tempo me decepcionei, sou da época da seleção de 70, tinha 10 anos quando vi a seleção demostrando em seu comportamento toda a raça e vontade de vencer de uma nação mesmo que dilacerada pela ditadura. O exemplo daqueles atletas, que diga-se de passagem não ganhavam nem uma pequena parcela do que se ganha hoje, dando literalmente o sangue para honrar a camisa e um povo. De lá para cá as decepções foram se acumulando, mesmo quando novamente ganhávamos um mundial não havia esta interação de confiança que nos proporcionava o orgulho de sermos os melhores em algo. É uma pena.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Uma Imagem de Sabedoria


Hoje acordei melhor, é incrível como nossa energia se esvai quando ficamos desestabilizados fisicamente, uma gripezinha e tudo cai até nosso humor vai pro espaço, agora imaginem uma pessoa com doença crônica, ou alguma coisa grave, nestas horas ao invés de ficar reclamando fico pensando nestas pessoas e vejo que meu problema é tão ínfimo. Tenho amigos que estão se tratando de câncer e vejo a batalha, o bom humor destas pessoas, então fico melhor e automaticamente minhas defesas aumentam e vai tudo embora. Pensar no problema dos outros é uma dádiva quando ficamos presos em nosso ser egoista. Força a todos em suas enfermidades, saibam que são momentos preciosos de puruficação, e agradeço ao Darma ter me propiciado esse entendimento. Uma foto de meu mestre para iluminar nossas vidas, SARWA MANGALAN.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Porque com eles deu certo? E dizem que brasileiro não gosta de ler, será?

Matéria Publicada na Folha de São Paulo
Os ingressos para a oitava edição da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), que vai de 4 a 8 de agosto e tem como homenageado Gilberto Freyre, começam a ser vendidos na próxima segunda-feira, por internet, telefone e em pontos físicos em oito cidades.

Segundo os organizadores, o número de entradas disponíveis para o público será o maior desde que o evento foi criado, em 2003.

Dos 850 ingressos para cada mesa literária da Tenda dos Autores, onde ocorrem os principais debates, 75% serão postos à venda.

O restante é distribuído entre patrocinadores, equipe técnica e acompanhantes dos convidados --universo que nos últimos anos recebeu cotas maiores, informou a assessoria do evento, sem precisar o percentual.

A medida é uma maneira de atenuar um problema recorrente da festa, a procura por ingressos para as mesas muito superior à oferta, o que força muitos interessados em acompanhar os debates a fazê-lo na Tenda do Telão, que os transmite ao vivo.

Serão 19 mesas neste ano, reunindo 35 convidados, 20 deles estrangeiros. Estão na lista o anglo-indiano Salman Rushdie (que já participara em 2005), a chilena Isabel Allende, além do roqueiro Lou Reed e dos cartunistas Robert Crumb e Gilbert Shelton, todos americanos.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Agora vamos falar sério

Tão pintando liminares contra a lei da ficha limpa, será que vem mais uma pizza ai gente, que loucura, os caras são tãO SALAFRÁRIOS, não tem vergonha nenhuma, é o caso da brecha na lei, brecha é o que eles têm na consciência, fala sério.

domingo, 4 de julho de 2010

Não Falei!!! E agora pra quem ele vai torcer




Bom pessoal, vamos voltar a realidade não é mesmo, já deu o que tinha que dar. Eu curti muito esta copa, a copa gourmet foi um sucesso, fechamos com salsicha, chucrute e batatas como não poderia deixar de ser. Como disse o Jô, a Alemanha joga alguma coisa que parece com futebol mas não é futebol, mas pelo andar da carruagem é o novo futebol. Depois do Futebol Arte, e do futebol das estrelas de salto iniciamos a era do futebol pa, pa pum. Três toques e a bola tá lá. Neste esquema eles arrasaram e abriram os olhos da galera, chega de micagem, ataque de diva e outras coisas, alguem sabe o nome de algum jogador da alemanha que seja famoso no futebol atual? Como disse uma amiga, somos um bando de tontos, sofrendo por um bando de milionários. Affff.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

A culpa foi do Mick Jagger


Galera da Argentina, cuidado, o roqueiro já disse que vai torcer pra vocês. Bom pessoal, infelizmente sequestraram o time do brasil no segundo tempo e colocaram um bando de clones para jogar, deu no que deu. E eu que pensei comigo mesma, puxa pela primeira vez vejo o Brasil arrasar na defesa, era bom demais para ser verdade. Mesmo assim a copa gourmet continua, Horace fez uma bela sopa a la holandesa e eu bolo de chocolate de sobremesa claro. Gostei da bandeirinha do brasil no uniforme da Holanda, muito simpatico, será que era mandinga??? Amanhã vou dar uma força na torcida para a Argentina, afinal meus companheiros não me abandonaram em momento algum, só que estávamos tão chocados que nem combinamos o brunch, nóis perde mas com muita classe claro, e que vença o melhor.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Dias vão, dias vem...


Hoje acordei com vontade de estar em outro lugar, as vezes me acontece isso, acordo e parece que não estou onde estou. Meu instinto me diz que algo pode acontecer, não sei o que, para o bem , para o mal, é uma impressão apenas, daquelas que como vem vão embora. Quando isso acontece fico como em suspense tentando analisar minhas impressões, tentando decifrar a linguagem do meu inconsciente. Ultimamente estou fazendo a meditação de acalmar a mente, é muito legal porque tira nossas tensões com relação a algum resultado, faz com que fiquemos apenas ali, escutando as vozes, os pássaros, o vento. Não, eu não vou para qualquer lugar que não seja onde estou, não é esta a proposta, devo estar ali, atenta, e a cada pensamento desapegar deixar ir. Este tipo de meditação se chama shinê , sei que também é muito utilizada em terapias diversas com presidiários, estudantes, internos. Um legado maravilhoso de Buda para todos nós. Comece com 5 minutos assim que acordar, antes de qualquer coisa tome contato com a sua mente, prepare-a para tomar decisões, pense naquele problema para resolver, pense naquela palavra a ser dita, isto evita tantas enrascadas, tantas armadilhas, somente pelo fato de estarmos atentos.