#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

AI AI AIAI TÁ CHEGANDO A HORA !!!!!


Bom pessoal, hora de começar a arrumar as trouxas rumo a um novo período. Não tenho muitas coisas que dizer porque todos vem acompanhando nossa tragetória e sabem bem que nossa estada aqui foi maravilhosa apesar de todas as dificuldades que no final são necessárias e fazem parte da vida pois somente assim a valorizamos e aprendemos. Tiro uma grande lição, ter amigos é tudo. Se conseguimos estar aqui, se conseguimos ir para outro lugar é porque com a graça dos Budas , sempre tivemos amigos verdadeiros. Mas também descobrimos que tê-los é uma questão de reciprocidade, a confiança, a admiração, o amor verdadeiro, não este que conhecemos apegado, unilateral, só conseguimos quando damos, lembrem-se sempre disto, amigo não é somente aquele que encontramos todos os dias e vivemos dando beijinhos, dando conselhos, tendo ciumes, essa é uma amizade imatura e infantil, amigo é aquele que te fala as coisas certas na hora certa e principalmente sabe ouvir porque na verdade não queremos conselhos mas sim uma pessoa disposta a compartilhar nossas dúvidas e anseios e que na hora H está sempre lá pronto a te ajudar. Já falei aqui diversas vezes que meu maior tesouro é possuir  amigos. Não é fácil conquistá-los, amizades superficiais temos de montão mas precisamos cultivá-las, trabalha-las para que se tornem realmente verdadeiras. Falo isso porque Arraial sobretudo me ensinou a me abrir mais as pessoas, ser mais carinhosa, mais verdadeira, ser eu mesma sem subterfúgios ou máscaras para ser aceita, me ensinou que turminhas e guetos não funcionam, tenho amigos em todos estes meios e tenho por eles todos a mesma admiração e respeito. Cultivem suas amizades, sejam menos egoistas nestas amizades, compartilhem mais, amem mais, sejam mais corretos, mais generosos, sejam verdadeiros. Obrigada Arraial, não mencionarei nomes, datas, locais porque neste momento Arraial é para mim um organismo vivo, pulsante. Uma natureza maravilhosa, um Q especial que não sabemos identificar difícil de encontrar em outros lugares. Obrigada a todos que nos apoiaram, aqueles que não o fizeram, obrigada por me fazer encontrar aqui o meu maior tesouro o Budismo que me fez compreender tão bem o sentido da amizade e a grande oportunidade de aprendizado. Fiquem com os Budas, com Cristo, com Iemanja pois todos habitam esta terra maravilhosa. Claro que estarei sempre presente, contando as perípécias de minhas novas aventuras que sei serão muitas. Com grande respeito e gratidão agradeço a essa terra maravilhosa, a Bahia de Todos os Santos, fui imensamente feliz aqui. Axé minha Nossa Senhora Dajuda, És a senhora deste lugar.

Um comentário:

  1. Felicidades e coragem nesta nova etapa da vida. É isso aí , somos nômades ,mensageiros de boas novas.O Arraial estará sempre aí para desfrutarmos dele mas, precisamos conquistar novas fronteiras. Axé, shalome, Namastê!
    Bjssss, Carmem.Heleno Vallinhas.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade a casa é sua...