#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

quinta-feira, 17 de março de 2011

Três Meses e Três Dias

Este é o tempo que dura um dos retiros no Budismo, incrível mas coincidentemente é o tempo exato em que completarei minha estada na Casa de Santo Amaro até o dia em que iniciarei meu trabalho, "sincronicidade". Neste tempo aproveitei para chorar todas as tristezas, ficar puta por tudo que "achei que perdi", retomar minhas práticas diárias, passar por muitas situações desagradáveis, outras muito legais, afinal achei que seria tudo tão monótono e no final foi tudo extremamente intenso dentro deste retiro necessário. O que aprendi nesta empreitada??? Que sem o Budismo não conseguiria entender nem uma pequena parcela de tudo que me aconteceu e está acontecendo, vendo as imagens da Tsunami no Japão sinto como se lentamente aquela onda poderosa estivesse me movendo, arrasando todos os conceitos pré estabelecidos, tornando tudo amplamente claro perante a força da nossa natureza e da natureza em si. Será que depois de vermos estas imagens ainda vamos ter a ilusão de que temos controle sobre alguma coisa???? Pobre ser humano, ainda acha que pode controlar a própria vida ditando normas e receitas de como ser melhor, ou mas influente ou mais sábio, balelas. Me sinto neste momento como uma daquelas casinhas sendo levadas sem rumo, batendo nos escombros do que um dia foi toda esta parafernália de métodos e sistemas de como viver a vida. Que maravilhosa oportunidade de crescimento me foi proporcionada, agradeço profundamente a meus amigos que tornaram tudo isso possível, na alegria e na tristeza, que maravilhoso descobrir a minha insignificância, que dádiva poder descobrir que quando o medo me abate posso buscar refúgio neste espaço infinito do meu ser sagrado.
Amigos queridos, é hora de pensarmos em coisas realmente importantes, temos que nos desvencilhar de uma vez por todas destes problemas minusculos e ridiculos de todos os dias dando a eles uma importância ridicula ao ponto de nos desequilibrar, o trabalho é árduo. Quantas vezes me deixei novamente enredar nestas situações mesmo tendo a clara noção do quão ridiculas elas são. O trabalho é contínuo e árduo, mas infelizmente o tempo é curto, aliás o tempo do ser humano é infinitamente menor perante o planeta imaginem perante o universo, somos apenas um minuto de existência e permanecemos centrados em nós mesmos, em nossas idéias egóicas, egoistas. Me sentei aqui para escrever amenidades, apenas um discurso frivolo sobre a minha experiência neste momento, mas depois de ver as imagens do Japão, prostrei, voltei a realidade "verdadeira", não aquela que achamos que vivenciamos. Amigos depois eu volto , vou tentar retomar a minha vidinha que é tão insignificante, pensar em meus probleminhas tão ridiculos e de alguma maneira conseguir contribuir positivamente pela humaninade.

Um comentário:

  1. Querida Carmencita,não imagina quanto feliz e emocionado fico com esse seu depoimento.Fizeste muita falta nestes ricos dias de permanência de Lhundrüp e Geleck.Foi simplesmente maravilhoso.
    Fostes lembrada e mencionada em alguns momentos.Os ensinamentos foram profundamente esclarecedores e motivadores para mantermos nossos Corações Abertos e nossas Mentes Vazias.Simplesmente soltando absolutamente qualquer pensamento,sem
    etiquetá-los e menos ainda colocá-los
    nas gavetas.Mom isso é um pouquinho do muito que nos foi passado e interiorizado.
    Gostaria que você desse o devido valor dessa sua rica vida,e com isso o seu maravilhoso valor.Você,nós, somos muito importantes sim e temos que reconhecer e dar o devido valor e para tanto nos ocuparmos com resolver essas pequenas falhas das quais ainda somos portadores,para assim cumprirmos com o que nos cabe como partícula desta Unidade.
    Estou feliz por vê-la tão praticante como sempre e usando desse espaço e tempo de vida tão intensamente.E quando assim nos propomos,seguramente o Universo nos dará subsidios para isso e tenho claro que você usa muito bem dos seus ricos recursos.
    Sem dúvida tem muita coisa,as quais conceituamos como sérias acontecendo, mas o que acontece com cada um em cada lugar tem sua devida importância e necessidade,pois tudo e todos somos peças importantes da grande engrenagem.Portanto meu bem,só continue fazendo o que você se propôs,olhar pra você(seu Ser) e claro,sem perder de vista as outras peças da grande engrenagem.Você é
    importante demais.Saudades.
    Adorei a sincronicidade.Isso acontece quando estamos conectados.
    Seu Blog está demais.Adorei a dinâmica
    das imagens e o conteúdo das informações.Gracias sempre querida.
    Seja imensamente Feliz nessa sua Intensa Vida.Beijaço procê e pro querido Julio.Pedro

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade a casa é sua...