#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Semana Santa, o reveillon de Ouro Preto

Gente, tempão né, mas estou novamente na ativa, ainda sem minhas fotos ou meus filminhos do Yutoobe porque estou sem internet e meu computador pifou, sinto falta de meus programinhas de edição e tal mas logo logo voltareiiiii... Semana Santa, muitas coisas para contar, mas não se preocupem que Mariana Roballo esteve aqui me visitando e tirou milhares de fotos, vixe mainha haja foto, Mariana não parou, chegou super feliz pois iria auxiliar seu mestre, claro que ela vai contar tudo no Face, e Mary não esqueça aquele nosso blog, vamos dar andamento aquele nosso projeto demaissssss, gente é segredo não posso contar ainda. Bom Casa de Santo Amaro Bombando sempre de novidades, ufffa gente pensei que na roça o ostracismo iria me dar uma trégua do meu égo, doce esperança vã, haja pratica, haja mantra, tudo por culpa de Paulinho viu gente, no final das contas não sou nada, juro. Paulo como disse antes é o cara, o dono da Casa de Santo Amaro, conhece um mundo de gente legal, e nós simples mortais nos aproveitamos desta passagem por estas paragens para conhecer algumas. Começando as comemorações fomos assistir a apresentação da Orquestra de Ouro Preto, um programa leve agradável demais, apresentação especial de um xilofonista da orquestra de São Paulo. Mariana lá, teve a maior sorte de poder tirar fotos no interior da Igreja, caso especialíssimo, não pode de jeito nehnhum, pode causar danos, já falei que aqui tudo tem mais de 150anos gente. O Regente da orquestra é Rodrigo, levei um susto quando conheci porque você imagina regente de orquestra assim meio coroa, mas Rodrigo é Jovem assim como a orquestra e assim como Chiquinho que tambémm participou da apresentação na mescla de musica erudita com popular que ficou fantástica, chorei pacas na hora do segundo movimento da peça, uma folia de Reis, primeiro porque Chiquinho tocava bandolin e minha saudosa avó mãe de meu pai tocava bandolin, aliás meu pai gente tinha ouvido absoluto, tocava todos os instrumentos e regia a orquestra popular da cidade sem nunca ter estudado música.  Além disso tocaram uma música da Folia de Reis que me recordei ouvir em uma de minhas férias com minha outra avó, a materna, a folia entrava em casa cantando essa música, anfan pancada dupla no coração, neste momento de resgate de minhas raizes mineiras bateu forte e dá-lhe lágrimas, ah! Sem me esquecer de que Chiquinho é o secretários de cultura aqui de OP, super jovem também. Aliás existe um movimento cultural jovem bem forte por aqui, assim que me interar melhor vou informando. Minha opinião de leiga sobre a orquestra, fantástica, uma qualidade incrível, acho que posso opinar como ouvinte da orquestra simfonica do estado de São Paulo sempre que possível no Municipal. Bom, procissões, mais orquestra no sábado, desta vez, Beatles para orquestra, demais. Gente o Teatro é incrível, segundo Pedro Pederneiras acompanhado de Gabi, bailarina do corpo e sua esposa o primeiro Teatro de Ópera do Brasil, este dia estive ao lado de grandes figuras, além de Pedro e Gabi, Otto que havia feito show em BH, respondendo como havia sido... "Lindo!!!Lindo!!!" com aquele sotaque gostoso Pernambucano, para quem eventualmente não conheça, gente tem que saber, Otto já é parte da cultura musical nacional e mundial, percussionista da primeira formação do Nação Zumbi de mestre Science do importantíssimo movimento Mangue Beat,  depois de Mundo Livre, iniciou carreira solo e lançou "Samba pra Burro" considerado Melhor disco de 1988. Lembrando gente que os dois albuns de Science figuram na lista dos 100 melhores discos brasileiros segundo a Rolling Stones, portanto, tem que conhecer o trabalho desta galera. Eu no caso tive a grata oportunidade de conhecê-lo e ver seu carinho com seus admiradores, muita gente jovem que o abordava com o maior respeito, sem histeria, sinal de sabedoria. Bom gente, finalizando com os tapetes maravilhosos, agradecendo meus amigos Carlos e Cris e dizendo que de minha parte os tapetes do Senhora do Rosário arrazaram. Finalizando com meus agradecimentos a todas estas pessoas maravilhosas que me proporcionaram momentos maravilhosos, claro agora voltando a almofada para baixar o ego, aguardando a visita de meu querido professor do Darma e quem sabe abrindo uma brechinha aqui em OP para nosso querido Budismo Tibetano, juntando forças com o Zen que já existe por aqui. Fui...Ah! Aurea, se quizer serei sua correpondente aqui na internacional Ouro Preto eheheheheh.