#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

terça-feira, 31 de maio de 2011

A primeira palestra a gente nunca esquece

Oi Gente, falando aqui da terra dos inconfidentes, muito frio, fogão a lenha e já sei fazer pão obaaaaaa!!!!!Pelo menos já dá pra não morrer de fome, eheheheh. Final de semana agitado na Casa de Santo Amaro, visita espacialíssima de meu professor do Darma Gelek e sua namorada Kenia. Muito legal, aliás Kenia pilota muito bem um fogão a lenha - sêis pensam que é fácil é, vem tentar. Anfan, primeira palestra em Ouro Preto, claro que não bombou né gente, mas veio quem tinha que vir, é sempre assim, o povo sai não sei de onde, pelas maneiras mais inusitadas, ahahahaha. Deixa eu explicar algo para aqueles que vão a primeira vez a uma palestra do Budismo- gente é minha vivência viu! A gente chega com aquela expectativa de ouvir coisas mirabolantes, formulas milagrosas, anfan, mas no final somente ouvimos obviedades da vida, então nos perguntamos - "Poxa mas eu já sabia disso" ou "Caramba isso é mesmo verdade, mas como vou lidar com isso no dia-a-dia"? Haha!! Eis o Xizão da questão, ai é que mora toda a angustia do ser humano atualmente. Gente, nós  temos primeiro que lidar com o que rola aqui dentro, depois olhar lá pra fora- "Porque"??? Porque tudo começa dentro. Claro que é difícil pacas ser agredido de todas as formas em diversos momentos e não sentir uma P raiva, mas ai é que começamos, porque sentimos raiva? De onde ela vem? O que provoca esta raiva em nós? Porque alguns sentem raiva com relação a isso e outros não ? Complicado né gente, cada um vê a vida e seus problemas de um ângulo próprio e único, se nós não olharmos para dentro e começarmos a analisar tudo isso continuamos como um monte de bonecos levados para lá e para cá ao sabor de todas estas emoções que afloram não sei de onde e que não podemos controlar. Aí está o Xizão da questão, no budismo aprendemos a começar com a mais forte, aquela que sentimos que nos tira do eixo e desencadeia tantas outras, pegamos essa danada e colocamos lá na nossa frente e começamos a esmiuçá-la, abrindo cada gavetinha da caixinha de pandora que aparece. Gente, o que sai de coisa de lá é impressionante e a gente não tinha nem idéia. Mas isso é para aqueles guerreiros corajosos que encaram esse desafio e dizem- "Agora vou pras cabeças, meu Ego me aguarde, vou me treinar e te enfrentar e ai de você se  te encontro no pedaço!!". Gente, voltando a falar sério, buda levou 84 anos para ensinar passo a passo todos os métodos para controlarmos todas estas infinitas emoções, se você é um guerreiro e gostaria de se inserir neste imenso exército que luta a milhares de anos para conseguir entender porque não temos que sofrer inutilmente, comece percebendo que sós não somos nada frente a esse grande desafio, a filosofia budista abre uma imensa variedade de métodos para nos ajudar, ao invés de perguntarmos porque as coisas acontecem lá fora, vamos nos perguntar porque não buscamos as respostas lá dentro, e lembrem-se sempre,. apartir do momento em que você teve um primeiro contato com o Darma, algo lá dentro vai começar a falar, então depende de você dar ouvidos ao que "Você" realmente quer, o que realmente vai lhe dar a felicidade que tanto você almeja, e boa sorte no caminho.