#Budismo#meditação

Compartilhando experiências no caminho

terça-feira, 12 de outubro de 2010


Até ontem eu já tinha mais ou menos pensado no que iria escrever, porém com um fato triste ocorrido a semana passada e outro hoje continuarei no tema mas terei que mudar um pouco o foco. Na semana passada a Bandeiroza Produções fez a decoração da festa dos Rebel Bikers no La morotcha. Sempre que aparece a oportunidade de trabalho eu e Julio damos uma mão para o Horácio e Claudinho e claro ganhamos uma graninha quando é possível. O pessoal do bar é super profissional, o Max e a Pat realmente poem a mão na massa, trabalho duro gente. O Gabiru, gerente do bar, a Pat, todos em sintonia fazendo o espaço funcionar. Algumas vezes me criticam um pouco por eu querer ser toda organizadinha, sabe que é gente, minha formação em São Paulo, no meio empresarial me ensinou que num negócio a organização é fundamental, o que cada um faz a que hora e quantas vezes. Apartir do momento em que as coisas estão em seus devidos lugares a máquina funciona. Ponto é legal, idéia é legal, são super importantes, mas a organização tem seu papel. Afora isto, temos pessoas que sabem o que estão fazendo e onde querem chegar. Uma super atenção, tudo falado na hora, combinado na hora e acertado na hora. Gente não tem coisa pior que trabalhar com pessoas que quando tem que decidir as coisas desaparecem, desligam celular, gente pra mim isso é o fim da picada, em negócio de eventos é tudo pa e pum, não dá pra ficar enrolando, isso se chama falta de profissionalismo, e em todos os setores. Por favor não façam isso é chato demais e cria uma fama difícil de apagar. Anfan, fizemos nossa parte, fomos pagos assim que acabamos o trabalho e pronto, ambos os lados satisfeitos sem muita lenga lenga, isso é respeito profissional. Tive um grande mestre que foi o diretor geral de um grupo onde trabalhei e com quem me dava muito bem , ele sempre dizia, uma boa negociação é aquela em que os dois lados ganham. Afora isso o que me chamou a atenção? Uma nova geração está aí e muitas pessoas ainda não se deram conta, garotos jovens cheios de garra reclamando seu lugar e eles vem com tudo, abram os olhos, se unam a eles se quizerem continuar na onda ou muita gente vai ser engolida . Outra, finalmente descobri o que é regaton.

Fora isso, a loja de nossa amiga onde deixamos nossas peças foi roubada. Pela aparência das coisas foi um viciado em crake, o cara deu um murro num vidro da porta e se meteu por ai se rasgando todo. Quando minha amiga chegou havia uma poça enorme de sangue no chão, a visão do inferno. Claro que só levou nossas coisas, o que da mais tristeza e ver toda nossa mercadoria parar na mão de um traficante e virar troca de pedra. Dói gente, é uma parte de nós que vai ali. Quem nos conhece sabe o carinho com que fazemos cada peça. Mas a vida é assim, um dia se perde, no outro se ganha, mas a degradação humana percebida de perto é assutadora.

Sinal dos tempos, nossa vidinha vai mudando, queira ou não um dia teremos esta experiência de alguma maneira já que o número de viciados está grande, dormindo pelas portas, jogados, abandonados. Não se enganem, a Casa Dia pode tentar ajudar alguns mais o número cresce exponencialmente. Não sei o que dizer, o que pode ser feito. Todos nós estamos de mãos atadas, a doença é mais profunda, é da alma,e aí é difícil chegar, nossa única proteção? Somos nós mesmos, o único que podemos fazer é tentar cuidar de nosso jardim pelo menos, olhar nossos filhos, sermos mais amorosos, mais atenciosos, menos invejosos, amargos e intolerantes. Rezem por vocês, por todos nós, o mal espreita mas a luz sempre estará lá,lembram - sem a luz as trevas não existem, vou tentando manter minha luz acesa, o que posso fazer? Ser o que sou e deixar o outro ser o que é para o bem e para o mal, que poder tenho eu frente a isso tudo. Vou tentar manter minha luzinha acesa, pedir com muita força que este ser perdido consiga encontrar a luz e que nenhum deles me façam mal.

Aproveitando para mandar muita luz para minha amiga Rose, que sua caminhada seja plena para o que der e vier. Só tem uma imagem que posso colocar hoje, a de meu mestre, que sua imagem de sabedoria plena possa nos proteger neste dia tão triste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade a casa é sua...