#Budismo#meditação

Criei este espaço para compartilhar minhas experiências pessoais de aprendizado. Os textos aqui compartilhados representam a minha humilde opinião sobre diversos assuntos e são apenas a expressão do meu amor pelo conhecimento, Sejam Bem Vindos e compartilhem comigo suas impressões.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Vocês já ouviram falar dos Tulkus?

Encontrei este vídeo no youtube que explica bem todo o processo de reconhecimento destas crianças os tulkus , é realmente impressionante, espero que gostem.




terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Motivação Pura o caminho para a tomada de consciência

Motivação pura é o inicio de tudo. A primeira pergunta que abre as portas para a espiritualidade geralmente é a que motivou o inicio de uma nova etapa: "Qual o objetivo da minha existência?". "Quem sou eu?" . "De onde eu vim?". Sem este questionamento inicial não é possível abrir a mente para a experiencia transcendente, pois somente a intenção pura de entender o desconhecido abre a porta do autoconhecimento.
Na Filosofia Ocidental aprendemos a mesma coisa, o Filósofo é o eterno questionador porque sabe que por traz de qualquer afirmação existe a concepção própria de cada individuo a cerca do assunto em questão. A opinião própria cria a afirmação que é corroborada ou não por outras opiniões  próprias , sabemos que para tecermos uma opinião própria precisamos de muito embasamento social, cultural e pessoal, nossas referências vão formatando nossas opiniões por isso é tão importante termos nossa consciência como nossa principal colaboradora.

Autoconhecimento é o caminho

No inicio do caminho do autoconhecimento nos deparamos com ela, nossa consciência, nossa
observadora implacável, justa e impassível. A sua consciência não é o seu Ego, na verdade é com ele que
travamos nossa  batalha inicial, o Ego é o aliado das causas perdidas sempre justificando nossas faltas, nossos erros. No inicio ele forma nossa individualidade e é uma ferramenta para percebermos o mundo  ao nosso redor, mas também nos limita pois cria crenças e dogmas para nos encaixar em algum segmento. Com o tempo se não damos ouvidos ao chamado da nossa consciência através das perguntas originais, vamos nos tornando seres egoicos cheios de razão e afirmações sobre tudo o que nos rodeia.

Fisica Quântica e a morte da matéria

Testemunhamos a morte da matéria como entidade existente, sabemos que tudo é energia, a física quântica
através da aceleração de partículas já provou que utilizando máquinas como o Ciclotron é capaz de acelerar o movimento natural do nêutron a ponto de  romper as fortificações circonucleares do átomo desintegrando-o. Nossa consciência é nossa essência, nossa energia primordial o fluxo de energia que nos leva de uma existência a outra. No ensinamento dos 3 kayas   - dentro da Filosofia Budista - encontramos uma explicação bem interessante . Acredito que não somos criações mas emanações de pura energia vibrante de uma inteligência cósmica que se manifesta e posteriormente voltamos a ela após o nosso período de existência manifesta. Se existe um propósito, uma tarefa ainda não sei, o que com o tempo fui percebendo, é que ao tomarmos consciência desta consciência vemos que tudo tem seu tempo de fluxo e refluxo, de estar e não estar, é a pulsação natural da vida, do universo, tudo é cíclico e constante, energia pura em movimento, então vamos entendendo essa saudade de outro lugar, esta vontade de voltar para casa.

No meu entendimento, estamos adentrando a uma nova fase de percepção da raça humana, devemos nos lembrar que continuamos evoluindo física e mentalmente, como seremos daqui a 500 anos? Se ainda estivermos neste planeta, se não houver uma quase extinção, com certeza estaremos mais conscientes, seria  a lógica da evolução, pelo menos é o que eu espero para o futuro. Gosto de pensar que aprendemos com nossos erros, e acertamos quando compartilhamos nossos pensamentos e abrimos o coração para outras opiniões sempre buscando apoio em nossa consciência, ouvindo nosso coração.